Nome do blog: Saúde & Bem-Estar
Início: 06/06/2010
Visual: 0.1Roda dos Alimentos
Dono(a) do blog: Catarina

arrependimento

blogdeférias

cancro

cirurgiasderecuperação

depressão

desculpacompensação

diabetes

doresmenstruais

estratégias

exercicio

hipocondriacos

inauguração

ladopositivogravidez

péscheirosos

visualnovo

todas as tags

Julho 2010

Junho 2010

Informação:
Olá a todos! Quero informar-vos de que está agora disponivel um e-mail para onde podem mandar todas as vossas duvidas em relação à vossa saúde e sugestões de inovações para o blog ;D
O mail é: saude.bemestar.duvidas@gmail.com
Fico à espera dos vossos e-mails! ;)
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010
Blog de Férias

Bom dia pessoal. Tudo bem?

 

Hoje trago-vos uma noticia que nao sei se é do vosso agrado... :/

O blog vai de férias! Ou seja, durante TODO o mês de Agosto nao haverao posts... :(

Confesso que vou sentir a falta de ter um post para fazer todos os dias às 10h da manhã :x

Mas, se tudo correr bem, na 1ª semana de Setembro voltarei a postar. Mas só nessa semana, pois a partir daí começa o ano lectivo e vai-me impedir de postar!

Olhem, desejo-vos umas ÓPTIMAS FÉRIAS, MUITA PRAIA e, LARGUEM O PC!!! ;D

 

 

A partir de hoje, o blog está OFICIALMENTE DE FÉRIAS!!!

Até Setembro ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Sábado, 24 de Julho de 2010
Novo Visual

Olá pessoal! Tudo bem com vocês?

 

Bom, como já devem ter reparado, o blog tem um visual novo!!! :D

Decidi mudar... E, desta vez, nao fui eu que o fiz. "Quem foi?" perguntam vocês... Pois bem, as "donas" deste magnifico visual sao as donas do blog Addicted To Graphics (http://addictedtographics.blogs.sapo.pt/).

 

Que acham do novo visual?

Acham que se enquadra no tema de "Saúde & Bem Estar"?

Deixem a vossa opinião ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 21:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 21 de Julho de 2010
Pés Cheirosos e Frescos

Bom dia pessoal!!! Tudo bem com vocês?

Durante o Verão, com o calor, algumas pessoas costumam ficar com mau odor nos pés e com os pés cansados e inchados. Pois bem, tenho a solução para isso ;)

 

 

Pés cheirosos e frescos

Com o calor, os pés tendem a ficar suados e com mau odor. Por isso, há que ter alguns cuidados. Mergulhá-los diariamente numa bacia com água e folha de bétula, nogueira ou carvalho mantê-los-á frescos e perfumados.

Pés transpirados desenvolvem também mais fungos: para que tal nao aconteça, há que massajá-los à noite com uma mistura de azeite, amêndoas e uma essência a seu gosto.

Que acham destas dicas? Acham que resulta?

Experimentem!! ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Terça-feira, 20 de Julho de 2010
Passeio Em Vez de TV

Olá, bom dia!!!

Hoje vamos ver o que é melhor: passeio ou ficar em frente à TV?!

 

 

Passeio em vez de TV

Durante as férias, em vez de ficar "colada" à televisão, desafie a sua familia a darem um passeio. Lembre-se que estar muito tempo sentado é tao prejudicial à saúde quanto exagerar à mesa e/ou fumar.

A conclusão é de um estudo levado a cabo por uma investigação australiana, que conclui que passar uma hora em frente ao pequeno ecrã aumenta, em 18%, o risco de morte por causa cardiovasculares. Um outro estudo britânico mostra que há uma enzima, responsável pelos niveis de gordura no sangue, que, em casos de inactividade fisica, sofre alterações.

 

 

Então, quanto a vocês, qual é o melhor: o passeio ou ver TV buéda tempo?

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Segunda-feira, 19 de Julho de 2010
Votaçao Encerrada | Adeus Dores Menstruais

Olá, bom dia a todos! Tao bons?

Ora bem, a votação que estava na barra lateral direita já ENCERROU e hoje vou mostrar-vos os resultados... ;)

 

 

Como podem ver a maioria vai para a opção "Óptimo e bastante informativo!" :D

Fico contente por saber que a maioria das pessoas que visita o blog gosta dele e o acha informativo, o que me motiva para continuar a postar todos os dias :)

Fiquei mais contente ainda por ver que nao houve voto nenhum nas opções "Podia estar melhor..." e "Nao gosto!". Só votaram em opções positivas, o que me deixou feliz :)

 

Obrigada a todos os que votaram :)

 

 

_______________________________________//________________________________

 

Passemos a assuntos importantes... :P

Bom, 1º vou ter de fazer um pedido de desculpas aos jovens do sexo masculino... Peço-vos desculpa, mas hoje o post vai ser destinado a nós, mulheres! ;)

Lindas, vou-vos falar de como dizer adeus às famosas dores menstruais que nos lixam todos os meses :/

 

 

Adeus Dores Menstruais

Queres ter uma férias descansadas sem dores menstruais? Entao, reduz a ingestao de gorduras animais nas duas semanas que antecedem o ciclo. Este tipo de gorduras, normalmente presentes em produtos lácteos, carnes vermelhas e ovos, contêm uma substância que favorece a inflamação e a dor no ventre.

 

 

Espero que estas dicas ajudem mesmo... :/

Pode ser que as dores passem ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010
Cancro: curas e tratamentos

Bom dia! Tudo bem com vocês?

Bem, hoje confesso que tou nos meus dias de "nao-imaginação" e passei a noite toda a pensar num tema para o post de hoje... Até que ligo o pc, vou ao blog e vejo que tenho um novo coment.

Chega de blá blá blá... Rainbow, o post de hoje é com o que sugeriste, até porque faz sentido: curas e tratamentos do cancro. Lembrem-se que "Cancro" foi o tema do post de ontem, daí fazer sentido eu postar isto hoje. É como que... Uma continuação! ;)

 

 

Recentemente, cientistas de Boston,divulgaram uma maneira revolucionária na luta contra o cancro.

Segundo o estudo, em vez de matar células cancerígenas com drogas tóxicas, os cientistas descobriram um caminho molecular que as força a envelhecer e morrer.

As células cancerígenas espalham-se e crescem porque podem dividir-se indefinidamente.

A equipe usou para o estudo ratos geneticamente modificados que desenvolveram cancro de próstata.

Em alguns deles, os cientistas tornaram inativo o gene Skp2. Quando o rato atingiu seis meses de vida, eles descobriram que os portadores de um gene Skp2 inativo não desenvolveram tumores, ao contrário dos outros ratos da pesquisa.

Quando eles analisaram os tecidos de nódulos linfáticos e da próstata, descobriram que muitas células tinham começado a envelhecer, e também encontraram uma lentidão na divisão de células. Eles obtiveram efeito semelhante quando usaram a droga MLN4924 no bloqueio do Skp2 em culturas de laboratório de células de cancro da próstata.

O estudo em ratos mostrou que o bloqueio de um gene causador do cancro chamado Skp2 forçou células cancerígenas a passar por um processo de envelhecimento conhecido como senescência - o mesmo processo envolvido na ação de livrar o corpo de células danificadas pela luz solar.

A descoberta pode significar uma nova estratégia para o combate ao cancro.

 

 

Tratamento

Cirurgia

Se a massa for bem delimitada e minimamente invasiva, a resecção cirúrgica é possível, mas já é impossível se o tumor estiver espalhado por todo o corpo, ou em orgãos vitais que não podem ser cortados. Muitas vezes é dificil para o cirurgião determinar a margem em que acaba a neoplasia e começa o tecido normal, correndo o risco de cortar demasiado tecido normal e reduzir a probabilidade de sobrevivência do doente à operação, ou não retirar a massa cancerosa na totalidade, diminuindo a probabilidade de sobrevivência ao cancro.

A cirurgia é então apenas usada no tratamento dos tumores que ainda estão delimitados, por resecção ou retirando o orgão completo (prostectomia no cancro da próstata, mastectomia no da mama). Contudo se o tumor invadir estruturas adjacentes que não podem ser resectadas (e.g. uma artéria importante) o tumor é irressectável.

 

Quimioterapia

Baseia-se no facto de as células tumorais se dividirem muito mais rápido que as células normais. O doente recebe medicamentos (injetáveis; por via oral; em cavidades como a bexiga, o espaço intra-tecal, o espaço pleural ou o abdômen) que interferem com a síntese do DNA e matam as células em divisão. Contudo, poderão acontecer efeitos secundários (colaterais) naquelas células normais de crescimento rápido, como a mucosa gastrointestinal (diarreia, náuseas, vómitos), folículos pilosos (queda do cabelo) e outros. Mais recentemente, existe uma nova classe de medicamentos chamada de anticorpos monoclonais, que, por terem um alvo molecular específico na célula cancerígena, têm como vantagem serem menos tóxicos para as células normais. Os anticorpos monoclonais podem ser utilizados sozinhos ou em conjunto com as quimioterapias.

 

Radioterapia

Também ataca células de crescimento rápido. As células tumorais, como têm défice de proteínas reparadoras do DNA, são mais vulneráveis a doses de radiação de alta energia (raios X e gama). As suas doses letais são mais baixas que as das células normais. No entanto além de efeitos secundários semelhantes aos da quimioterapia, há risco de desenvolvimento de novos tumores, apesar de relativamente pequeno.

 

 

Espero que tenham ficado esclarecidos ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quarta-feira, 14 de Julho de 2010
Cancro

Olá, bom dia a todos!!!

Hoje vou abordar uma doença bastante tramada: o cancro. Vejam o que é, como surge, os sintomas mais importantes, ...

 

 

O que é o cancro?

A palavra cancro é utilizada genericamente para identificar um vasto conjunto de doenças que são os tumores malignos.

Os tumores malignos são muito diversos, havendo causas, formas de evolução e tratamentos diferentes para cada tipo. Há, porém, uma característica comum a todos eles: a divisão e o crescimento descontrolado das células.

 

Todos os tumores são cancros?

Não.

Existem dois tipos de tumores: os benignos e os malignos. Neoplasia é também uma designação frequente para tumor.

Os tumores malignos, ao contrário dos tumores benignos, possuem duas características potenciais, que podem ou não estar expressas na altura em que a doença é diagnosticada:

  • Podem-se espalhar por metástases, isto é, aparecer tecido tumoral noutros órgãos diferentes daquele de onde se origina (por exemplo: fígado, pulmão, osso, etc);
  • Podem infiltrar outros tecidos circunvizinhos, incluindo órgãos que estão próximos.

Os tumores malignos são aqueles a que normalmente chamamos cancro. As doenças cancerosas são também designadas por oncológicas.

 

Como surge o cancro?

O cancro surge quando as células normais se transformam em células cancerosas ou malignas. Isto é, adquirem a capacidade de se multiplicarem e invadirem os tecidos e outros órgãos.

Para que se desenvolva um cancro é necessário que, de forma cumulativa e continuada, se produzam alterações celulares durante um largo período de tempo, geralmente durante anos.

Como resultado, cresce o número de células que apresentam alterações de forma, tamanho e função e que possuem a capacidade de invadir outras partes do organismo.

 

Quais são os tipos de cancro?

Os cancros classificam-se de acordo com o tipo de células avaliado pela anatomia patológica, em:

  • Carcinoma - Tumor maligno que se origina em tecidos que são compostos por células epiteliais, ou seja, que estão em contacto umas com as outras, formando estruturas contínuas, como, por exemplo, a pele, as glândulas, as mucosas. Aproximadamente 80 por cento dos tumores malignos são carcinomas.
  • Sarcoma - Tumor maligno que tem origem em células que estão em tecidos de ligação, por exemplo ossos, ligamentos, músculos, etc. Nestes, as células estão unidas por substância intercelular e não são epitélios, são tecidos conjuntivos.
  • Leucemia - Vulgarmente conhecida como o cancro no sangue. As pessoas com leucemia apresentam um aumento considerável dos níveis de glóbulos brancos (leucócitos). Neste caso, as células cancerosas circulam no sangue e não há normalmente um tumor propriamente dito.
  • Linfoma - Cancro no sistema linfático. O sistema linfático é uma rede de gânglios e pequenos vasos que existem em todo o nosso corpo e cuja função é a de combater as infecções. O linfoma afecta um grupo de células chamadas linfócitos. Os dois tipos de linfomas principais são o linfoma de Hodgkin e o linfoma não Hodgkin.

Quais são os sintomas a que se deve estar atento?

Os sintomas que acompanham com maior frequência os diferentes tipos de cancro e para os quais deve estar atento são:

  • Nódulo (caroço) ou dureza anormal no corpo. A maioria dos nódulos ou úlceras pode dever-se a manifestações benignas, mas não deve descurar a hipótese de se tratar de uma lesão maligna.
  • Dor persistente no tempo (que não desaparece com analgésicos) e da qual deve informar o seu médico.
  • Sinal ou verruga que se modifica.
  • Perda anormal de sangue ou outros líquidos. Uma hemorragia vaginal, urinária, pelas fezes, na expectoração, etc., pode ser um sintoma de uma doença benigna, mas também pode ser sintoma de um tumor maligno que se origina no útero, vagina, cólon ou pulmão.
  • Tosse ou rouquidão persistente. Tosse ou rouquidão que persiste mais de duas semanas e que não desaparece com tratamento sintomático deve ser analisada por um otorrinolaringologista. Deve ter especial atenção se é fumador.
  • Alteração nos hábitos digestivos, urinários ou intestinais. Na maioria das ocasiões pode tratar-se de uma lesão benigna. A modificação dos hábitos intestinais, a alternância dos mesmos e a alteração da cor das fezes podem indicar a necessidade de um estudo para descartar a existência de um cancro colorectal.
  • Perda de peso não justificada. A perda de peso sem fazer dieta, mantendo os mesmos hábitos alimentares e sem aumentar a actividade física deve ser valorizada.

 

Espero que tenham ficado esclarecidos ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 13 de Julho de 2010
Diabetes

Bom dia a todos!

Uma vez que há cada vez mais pessoas a descobrirem que têm diabetes, hoje vou-vos falar um pouco disso: dos sintomas, dos tipos de diabetes, como se diagnostica, ...

 

 

O que é a diabetes?

A diabetes é uma doença crónica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos. À quantidade de glicose no sangue chama-se glicemia e quando esta aumenta diz-se que o doente está com hiperglicemia.

 

Quem está em risco de ser diabético?

A diabetes é uma doença em crescimento, que atinge cada vez mais pessoas em todo o mundo e em idades mais jovens. No entanto, há grupos de risco com fortes probabilidades de se tornarem diabéticos:

  • Pessoas com familiares directos com diabetes;
  • Homens e mulheres obesos;
  • Homens e mulheres com tensão arterial alta ou níveis elevados de colesterol no sangue;
  • Mulheres que contraíram a diabetes gestacional na gravidez;
  • Crianças com peso igual ou superior a quatro quilogramas à nascença;
  • Doentes com problemas no pâncreas ou com doenças endócrinas.

Quais são os sintomas típicos da diabetes?

Nos adultos - A diabetes é, geralmente, do tipo 2 e manifesta-se através dos seguintes sintomas:

  • Urinar em grande quantidade e muitas mais vezes, especialmente durante a noite (poliúria);
  • Sede constante e intensa (polidipsia);
  • Fome constante e difícil de saciar (polifagia);
  • Fadiga;
  • Comichão (prurido) no corpo, designadamente nos órgãos genitais;
  • Visão turva.

Nas crianças e jovens - A diabetes é quase sempre do tipo 1 e aparece de maneira súbita, sendo os sintomas muito nítidos. Entre eles encontram-se:

  • Urinar muito, podendo voltar a urinar na cama;
  • Ter muita sede;
  • Emagrecer rapidamente;
  • Grande fadiga, associada a dores musculares intensas;
  • Comer muito sem nada aproveitar;
  • Dores de cabeça, náuseas e vómitos.

É importante ter presente que os sintomas da diabetes nas crianças e nos jovens são muito nítidos. Nos adultos, a diabetes não se manifesta tão claramente, sobretudo no início, motivo pelo qual pode passar despercebida durante alguns anos.

Os sintomas surgem com maior intensidade quando a glicemia está muito elevada. E, nestes casos, podem já existir complicações (na visão, por exemplo) quando se detecta a doença.

 

Como se diagnostica a diabetes?

Se sentir alguns ou vários dos sintomas deve consultar o médico do centro de saúde da sua área de residência, o qual lhe pedirá para realizar análises ao sangue e à urina.

Pode ser diabético...

  • Se tiver uma glicemia ocasional de 200 miligramas por decilitro ou superior com sintomas;
  • Se tiver uma glicemia em jejum (oito horas) de 126 miligramas por decilitro ou superior em duas ocasiões separadas de curto espaço de tempo.

Que tipos de diabetes existem?

  • Diabetes Tipo 2 (Diabetes Não Insulino-Dependente) - É a mais frequente (90 por cento dos casos).
    O pâncreas produz insulina, mas as células do organismo oferecem resistência à acção da insulina. O pâncreas vê-se, assim, obrigado a trabalhar cada vez mais, até que a insulina produzida se torna insuficiente e o organismo tem cada vez mais dificuldade em absorver o açúcar proveniente dos alimentos.
    Este tipo de diabetes aparece normalmente na idade adulta e o seu tratamento, na maioria dos casos, consiste na adopção duma dieta alimentar, por forma a normalizar os níveis de açúcar no sangue. Recomenda-se também a actividade física regular.
    Caso não consiga controlar a diabetes através de dieta e actividade física regular, o doente deve recorrer a medicação específica e, em certos casos, ao uso da insulina. Neste caso deve consultar sempre o seu médico.
  • Diabetes Tipo 1 (Diabetes Insulino-Dependente) - É mais rara.
    O pâncreas produz insulina em quantidade insuficiente ou em qualidade deficiente ou ambas as situações. Como resultado, as células do organismo não conseguem absorver, do sangue, o açúcar necessário, ainda que o seu nível se mantenha elevado e seja expelido para a urina.
    Contrariamente à diabetes tipo 2, a diabetes tipo 1 aparece com maior frequência nas crianças e nos jovens, podendo também aparecer em adultos e até em idosos.
    Não está directamente relacionada, como no caso da diabetes tipo 2, com hábitos de vida ou de alimentação errados, mas sim com a manifesta falta de insulina. Os doentes necessitam de uma terapêutica com insulina para toda a vida, porque o pâncreas deixa de a produzir, devendo ser acompanhados em permanência pelo médico e outros profissionais de saúde.
  • Diabetes Gestacional - Surge durante a gravidez e desaparece, habitualmente, quando concluído o período de gestação. No entanto, é fundamental que as grávidas diabéticas tomem medidas de precaução para evitar que a diabetes do tipo 2 se instale mais tarde no seu organismo.
    A diabetes gestacional requer muita atenção, sendo fundamental que, depois de detectada a hiperglicemia, seja corrigida com a adopção duma dieta apropriada. Quando esta não é suficiente, há que recorrer, com a ajuda do médico, ao uso da insulina, para que a gravidez decorra sem problemas para a mãe e para o bebé.
    Uma em cada 20 grávidas pode sofrer desta forma de diabetes.

 

Ficaram informados? ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010
A Pirâmide do Exercicio | Divulgação de blogs

Depois da pirâmide dos alimentos, acaba de nascer a do exercicio. Suba degrau a degrau, e saiba quando devemos correr e quando podemos voltar ao sofá.

 

 

 

Claro que nao havia pirâmide de exercicio mais efectiva que as originais, as egipcias, nao é... Em  Keops nao devia haver nenhum escravo com excesso de peso. Mas descansem: esta pirâmide nao quer tranformar-nos em escravos de nada. É uma excelente ideia que vem finalmente responder à pergunta: afinal, de quanto exercicio precisamos? A piramide do exercicio foi inventada por uma organização americana destinada a melhorar a qualidade de vida das pessoas. Isto porque o exercicio é um dos três vectores que contribuem para uma vida saudável. Imagine que a sua saúde é um banco de três pés: um deles é a alimentação, o outro a ausência de tabaco e o terceiro o exercicio.

 

Do cão à televisao

Então vamos lá começar a semana ideal. Na base da pirâmide estão actividades diárias: andar a pé, aspirar e limpar, passear o cao, carregar as compras em de vez de empurrar o carrinho, deixar o carro mais longe e andar a pé em vez de estacionar à força toda em terceira fila ou em cima do passeio.

Mas nao, nao chega: temos de integrar um plano regular de exercicios aérobicos que nos acelerem o coração durante, pelo menos, 20 minutos (ver um filme com Clive Owen nao conta). Corra, pedale, faça step, salte à corda, jogue à bola, dance a rumba, vá ao jump, ao attack, ao que quiser, desde que a faça suar. Convém inscrever-se num ginásio, a nao ser que tenha disciplina suficiente para ir correr para o estádio. O que quer que seja, convém que lá vá entre 3 a 5 dias por semana.

No segundo "andar", ou nivel, está o treino de força: pelo menos 2x por semana, deve treinar com pesos e máquinas para tornar os musculos mais fortes. O terceiro piso inclui exercicios de flexibilidade, como alongamentos ou ioga, e actividades de tempos livres, como golfe, jardinagem ou compras.

No topo da pirâmide, está... o sofá! Actividades sedentárias, como ver televisão ou jogar videojogos, devem ser uma pequena parte do dia. A inactividade tem uma função: descansar. Mas para descansar de alguma coisa é preciso cansar-se. Passeie o cao todos os dias, vá correr 3x vezes por semana, faça flexoes 2x, alongue quando puder e veja a telenovela à noite porque o mereceu.

 

 

Aproveitem estas dicas agora para o Verão, para emagrecerem (caso precisem) ;)

 __________________________//_________________________

 

E agora, como me pediram, passemos à dilvugação dos blogs:

 

http://roxysurf.blogs.sapo.pt

 

 

http://problemsnomore.blogs.sapo.pt

 

 

http://modaestyle.blogs.sapo.pt

 

Visitem estes blogs e deixem a vossa opiniao ;)

As donas dos mesmos vao gostar :)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010
Manual do hipocondríaco

Muito bom dia a todos!! Tao bons?

Hoje vamos falar das pessoas hipocondriacas. Estas pessoas sao aquelas que pensam que têm todas as doenças mas que, se formos a ver bem, até sao saudáveis! Vejam algumas situações...

 

 

Nunca sai de casa sem as chaves e uma bolsinha com remédios, nao vá ter um achaque. Ao minimo mal-estar já está a marcar uma consulta com vários especialistas, e o seu armário de medicamentos faria inveja a uma pequena farmácia de bairro? Então há uma pequena probabilidade de ser hipocondriaca.

Regra geral, um hipocondriaco tem mais intimidade com as doenças do que com a saude e, ao contrário das pessoas ditas "normais", cujas preocupações sao naturalmente passageiras, gasta grande parte do tempo e da energia a cismar em doenças imaginárias. Geralmente, vive com a suspeita de ser portador de uma maleita grave e toma medicamentos sem prescrição como se tivesse um diploma médico de Harvard.

Nao é que nao tenha sintomas, explica uma médica de clinica geral: "Os hipocondriacos têm é um sintoma que hipervalorizam. Geralmente, chegam ao médico já com um diagnóstico e querem fazer todos os exames e mais alguns de forma a descartar hipoteses." O problema é que os sintomas sao como as teorias da constipação, nao há inocentes e é sempre possivel fazer todas as ligações. Como demonstram os exemplos que se seguem, tudo pode ser tudo ou... nada! Por isso, o melhor é mesmo relativizar.

 

Dor de Cabeça

É um dos sintomas mais comuns e nao há quem nao tenha tido uma a determinada altura da vida. A maior parte das vezes sao inofensivas, surgem de forma gradual e respondem bem à medicação.

O mais provável que seja: Cansaço fisico e mental, depressão, constipações e gripes sao as causa mais comuns. A sinusite também pode originar dores de cabeça, assim como a diminuição da acuidade visual. Alguns medicamentos, como a pílula, também podem ter como efeito secundário a dor de cabeça.

O pior que pode ser: Sintoma de um AVC, mas neste caso a dor de cabeça costuma ser súbita, intensa e acompanhada de formigueiro nos braços e pernas, dificuldade em falar e diminuição ou perda súbita da força. Perda súbita de visao, vertigens e desequilibrio associado a nauseas ou vómitos sao outros sintomas que sugerem maior gravidade e devem ser investigados.

 

Arritmia

As famosas palpitações sao um dos sintomas preferidos dos hipocondriacos. A frequencia cardíaca normal em repouso é de 60 a 100 batimentos por minuto, mas por vezes o ritmo pode ser mais rápido (taquicardia), mais lento (bradicardia) ou apresentar picos anómalos.

O mais provável que seja: Stresse. As arritmias ligeiras podem surgir quando há stresse e ansiedade, consumo excessivo de tabaco ou café. Alguns fármacos também pode originar alterações benignas do ritmo cardiaco, assim como a falta de magnésio e de potássio.

O pior que pode ser: Doença cardíaca é o mais óbvio, mas uma arritmia também poderá indicar uma patologia da tiróide, nomeadamente hipertoiridismo. Neste caso, as arritmias e taquicardias costumam vir acompanhadas de outros sintomas, como ansiedade, falta de apetite, perda de peso e intolerância do calor.

 

Dor de barriga

Outro "rei" dos sintomas que já afligiu toda a gente em alguma altura da vida. (As dores menstruais nao contam, obviamente...)

O mais provável que seja: Prisão de ventre. Caracteriza-se pela dificuldade em evacuar ou fazê-lo de forma pouco frequente e com dificuldade. Geralmente, tem origem na dieta, no stresse, na falta de exercicio e na ingestão insuficiente de água. Colites, gastrites, processos inflamatórios do aparelho digestivo, ou gastroenterites de origem viral ou bacteriana também podem dar origem a dores de barriga.

O pior que pode ser: Tumor do cólon. Este nao apresenta sintomas até atingir um estágio avançado e, além do desconforto abdominal, costuma vir acompanhado de sangue nas fezes e anemia. Apendicite aguda. É certo que só 5% dos casos de dor abdominal sao de apendicite aguda, mas esta, quando ocorre, é grave e requer assistência médica imediata. Os principais sintomas sao dor difusa no abdómen, náuseas, vómitos e febre baixa.

 

Dor nas costas

Dizem as estatisticas que cerca de 80% dos portugueses já sentiu, pelo menos, uma dor de costas durante a vida, um mal cada vez mais comum devido em grande parte a um estilo de vida sedentário e a más posturas.

O mais provável que seja: Má postura é a causa mais comum de dores nas costas, assim como o esforço fisico exagerado ou feito de modo inadequado. Em pessoas mais velhas, a artrose (bicos de papagaio) também pode originar dor. Dá-se quando os ligamentos e as cartilagens que envolvem as vértebras se calcificam, como forma de estabilizar a estrutura desgastada.

O pior que pode ser: Hérnia discal. Surge quando o revestimento dos discos intervertebrais sofre uma pequena ruptura e o seu interior transborda comprimindo os nervos circundantes.

 

 

Esclarecidos em relação aos hipocondriacos? ;)

publicado por Saúde & Bem Estar às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito